ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Educação

Justiça e Cidadania também se aprendem na escola

Quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Justiça e Cidadania também se aprendem na escola


Realizado pela primeira vez em Mandaguari, o projeto “Justiça e Cidadania Também de Aprendem na Escola”, foi encerrado na manhã desta quinta-feira (26), no Centro de Convenções Décio Bacelar, com a solenidade de premiação das melhores redações e poesias escritas pelos alunos do 5º ano das seis escolas municipais.

O projeto foi viabilizado através do Poder Judiciário, representado pela Associação dos Magistrados Brasileiros e a Prefeitura de Mandaguari, por intermédio da Secretaria da Educação. A coordenação geral do projeto ficou a cargo da juíza de Direito da Comarca, Angela Karina Chirnev Pedotti Audi. “Fiquei muito emocionada com as redações que nos foram encaminhadas, em especial com o texto que ficou em primeiro lugar que, com palavras simples resumiu de forma brilhante o espírito do projeto”, afirmou a juíza.

         PREMIADOS – O melhor texto dentre todos os alunos que participaram do projeto foi a poesia de Pedro Lucas Silva Cunha, da Escola Municipal Yolanda Cercal, que recebeu como prêmio uma bicicleta, além de medalha e certificado de participação. Ele também é aluno do Espaço Conviver no contraturno escolar. O segundo lugar ficou para Evelyn Stroher Jonas da Silva (Escola Bom Pastor) e, em terceiro, Daniela Tresco Ferreira (Escola Walter Antunes Pereira). Ana Luzia Bedendo, a Escola Yolanda Cercal, foi escolhida a melhor professora do projeto. A escola Angelina Teixeira Pinheiro recebeu um aparelho de DVD por ter sido a mais participativa. Já os alunos que fizeram as melhores redações em cada um dos estabelecimentos de ensino, receberam um kit escolar cada um. Também participaram do projeto as escolas municipais Ary da Cunha Pereira e Francisco Romagnole Júnior.

         Prestigiaram o evento o prefeito Romualdo Batista, a vice-prefeita Ivonéia Furtado, a secretaria de Educação, Adenise Batista Rodrigues, secretária de Assistência Social, Vâine Michelan e os vereadores Nilton Boti (presidente do Legislativo), Pedro Ricieri Navi e João Jorge Marques.

          O PROJETO – Teve como objetivo conscientizar os alunos e professores sobre seus direitos e deveres perante a sociedade e demonstrar a forma de exercê-los, além de propiciar o debate sobre cidadania e justiça. Na primeira etapa do projeto as escolas receberam exemplares da cartilha em quadrinha que apresenta a justiça através do personagem Brasilzinho. Depois do estudo em sala de aula, os alunos visitaram o Fórum local e conheceram de perto o funcionamento do judiciário, incluindo a função das juízas e dos promotores.

 

         Encerradas das duas primeiras etapas, os alunos escreveram redações e poesias sobre o que haviam aprendido nas fases anteriores. Os melhores trabalhos foram selecionados para a grande final, cujo resultado foi divulgado na solenidade de encerramento.

Fonte: Mais conhecimento

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

14/02/2020 - Programa de Desenvolvimento Territorial é prioridade para a região da Amusep

Os projetos elaborados pelos profissionais das instituições, que integram a Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial, vão ser os primeiros a serem analisados e ganhar o aval do conselho mesorregional do Instituto de...

14/02/2020 - Presidentes local e internacional do Elos Clube visitam prefeito

Na manhã desta sexta-feira, 14 de fevereiro, o prefeito Romualdo Batista recebeu visita oficial do presidente Elos Clube Internacional, Sidney Cardoso da França, que estava acompanhado da diretora administrativa, Selma da...

13/02/2020 - Sistema municipal de emissão de Notas Fiscais sofrerá atualização

Conforme noticiado recentemente, a Prefeitura do Município de Mandaguari, através do Departamento de Tributação e Fiscalização, reforça que contará com um novo sistema de emissão de Nota...

13/02/2020 - Reunião debate integração entre projetos do Governo do Estado e ações de desenvolvimento territorial

Uma reunião entre integrantes do Comitê Gestor da Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial (UMDT) e técnicos dos institutos de Desenvolvimento Rural e Água e Terra do Paraná vai traçar caminhos para...

13/02/2020 - Prefeitura decreta ponto facultativo no feriado de carnaval

A Prefeitura do Município de Mandaguari decretou ponto facultativo nos dias 24 e 25 de fevereiro, estabelecendo o retorno do expediente no dia 26, das 13h00 às 17h00. O decreto 033/2020, no entanto, não abrange os...

Horário de atendimento: das 7h30 às 11h30 e 13 às 17h

Última Atualização do site:   14/02/2020 11:06:54