ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Variedades

Amusep completa 46 anos de atividade

Segunda-feira, 02 de abril de 2018


Assessoria de Imprensa Amusep

 

Fundada no dia 29 de março de 1972, a Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) é uma referência dentro do movimento municipalista nacional. Ao longo dos 46 anos de existência, coleciona vitórias em defesa do desenvolvimento socioeconômico regional e pela melhoria contínua dos serviços públicos prestados pelas 30 prefeituras da área de abrangência da entidade.

Na trajetória de luta pelos interesses da região, a Amusep é reconhecida pelo espírito pioneiro e inovador. Há cerca de 17 anos, foi a primeira associação do gênero a oferecer a prestação de serviços de assessoria técnica aos municípios associados. Hoje, a entidade mantém Departamento de Engenharia e Arquitetura; e consultorias Contábil e Jurídica à disposição das prefeituras.

Para se ter uma ideia do volume de atendimento feito pelos profissionais da Amusep, de janeiro de 2015 ao dia 26 de março de 2018, foram protocolados no Departamento de Engenharia e Arquitetura 963 projetos; uma média de 290, por ano. Nesse período, todas as 30 cidades da área de abrangência da associação foram contempladas com os serviços prestados pelo setor.

A função do Departamento é elaborar os projetos e os orçamentos necessários para a execução de reformas, ampliações, construções de prédios; infraestrutura; pavimentação e recape asfáltico; e implantação de equipamentos públicos nos municípios. Os principais beneficiários são os pequenos municípios, que carecem de estrutura técnica para atender às exigências dos órgãos estaduais e federais, que liberam recursos para a execução de obras.

 

Câmara Técnica

Outra novidade adotada pela Amusep são as reuniões técnicas da Educação, Procuradoria Jurídica e Contabilidade. Nos encontros periódicos exclusivos para os servidores das respectivas áreas de atuação são debatidos temas de interesses dos municípios; esclarecidas dúvidas sobre normas, procedimentos e legislação; e realizados cursos e treinamentos de aperfeiçoamento e atualização profissional.

Na área de Educação, há quatro anos, foi criada a Câmara Técnica do setor. O órgão, além das reuniões mensais, promove os seminários regionais. No próximo dia 18 de abril, em Maringá, ocorrerá a edição de número quatro do evento. O tema central será a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Outra conquista da Câmara foi a capacitação para os servidores da Educação sobre o Plano de Ações Articuladas (PAR), sistema que recebe, gerencia e libera os recursos do Ministério. A partir desse trabalho, de janeiro até o início de março, nove prefeituras foram contempladas com R$ 2.512.361, para serem investidos na compra de ônibus e mobiliários para as escolas.

 

Consórcios

Foi dentro da Amusep que surgiram também os consórcios públicos intermunicipais de Saúde do Setentrião Paranaense (Cisamusep) e o de Gestão (Proamusep). São duas importantes estruturas direcionadas para o atendimento das necessidades da população e das prefeituras nas respectivas áreas.

O Pró-Amusep, além de proporcionar a redução de custos na compra de produtos, serviços e equipamentos, é responsável pela administração do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu Norte Novo, que atua nos trinta municípios da região da Amusep, inclusive com um helicóptero para o transporte aéreo de pacientes em estado grave.

 

Experiência única

Presidente da Amusep, Gestão 2007, a atual prefeita de Lobato, Tânia Martins Costa afirma que, ter ocupado a Presidência da entidade, foi uma experiência única. Ela destaca ter aprendido muito. Pela terceira vez à frente da prefeitura, ressalta que foi durante o mandato dela na Associação, que começou a ser debatido a oferta de internet grátis, nos prédios e equipamentos públicos, para a população.

Para o ex-prefeito de Munhoz de Mello, por dois mandatos consecutivos, Gilmar José Benkendorf Silva, que presidiu a Amusep em 2009, a grande bagagem proporcionada pelo cargo foi o trabalho pela união dos prefeitos e pela busca coordenada de soluções para os problemas comuns enfrentados pelos gestores dos municípios. “Juntos sempre seremos mais forte”, resume.

A capacidade de ampliar a visão do coletivo foi citada pelo atual prefeito de Santa Fé, também no terceiro mandato, Fernando Brambilla, que comandou a Amusep em 2011. Na opinião dele, o ambiente propicio ao intercâmbio de experiências é outro fator importante da existência da associação.

Prefeito reeleito de Floraí, Fausto Eduardo Herradon, deixou a Presidência da entidade no início deste ano. Durante 2017, ele promoveu o saneamento das despesas; realinhou as diretrizes da associação, para enfrentar o período de queda na arrecadação dos municípios; e se adequar à nova realidade nacional. “Por ser referência, a Amusep tem a obrigação de mostrar austeridade e boa gestão do dinheiro arrecadado com as mensalidades pagas pelos municípios”, declara.

Sucessor de Herradon, o prefeito reeleito de São Jorge do Ivaí, André Luís Bovo, está há três meses no comando da entidade. Ele tem dado sequência nos projetos da gestão anterior e está focado em manter a estrutura atualizada para atender às expectativas dos associados. “Nossa missão é fazer valer a representatividade política da associação para que as reivindicações dos municípios sejam atendidas tanto em nível estadual quanto federal”, frisa.

O presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), prefeito de Assis Chateaubriand, Marcel Henrique Micheletto, diz que as entidades, como a Amusep, desempenham importante papel para o fortalecimento do municipalismo. “As associações são um elo forte. Aglutinam as forças e são os porta-vozes dos anseios das comunidades regionais”, destaca.

Fonte: Fazendo história

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de atendimento: das 7h30 às 11h30 e 13 às 17h

Última Atualização do site:   23/11/2020 15:26:13