Cachorra vítima de maus-tratos morre, apesar dos esforços da proteção animal e da APAAD

Quarta-feira, 02 de junho de 2021


Ouvir matéria

No dia 31 de maio último, por volta das 14h20, a Coordenadoria de Proteção Animal do município de Mandaguari foi acionada por moradores da Rua Aquilino Fernandes Gulho, na Vila Verde relatando situação de maus tratos. Segundo o relato, uma cachorrinha estaria agonizando num terreno baldio próximo, devido ao abandono por parte de sua tutora. Apesar dos esforços do agente que tendeu a ocorrência e da médica veterinária, o animal acabou morrendo por volta das 17 horas.

Segundo informações a tutora que possui outra cachorra da raça pitbul colocou a cachorrinha para fora de casa debaixo de pauladas, por conta de brigas entre as duas e de ferimentos causados pela cachorra maior. A cachorra foi abandona pela tutora na rua cambaleando e sangrando, desde as 12 horas daquele dia.

A Coordenadoria de Proteção Animal, através do agente fiscal Aureliano Lima, se dirigiu ao local e encontrou a cachorra, deitada no terreno baldio, solicitando imediatamente o apoio da APAAD (Associação de Proteção Ambiental e a Animais Domésticos de Mandaguari) para o socorro do animal com encaminhamento para veterinário, que fez os procedimentos necessários, medicou o animal tentando salvá-lo, já que havia perdido muito sangue.

Apesar dos esforços do agente e da médica veterinária, o animal acabou vindo a óbito por volta das 17 horas. Como parte das ações da Coordenadoria, foi aberto Procedimento Administrativo e aplicada sanções pela infração a Lei Municipal 3123/2018, no montante de R$ 4.180,00.

 Galeria de Fotos

 Veja Também

Horário de atendimento: das 7h30 às 11h30 e 13 às 17h

Última Atualização do site:   30/09/2022 15:15:22